23 maio, 2012

19∞


Estou de pé, acho eu. Olho a noventa graus e vejo-me aconchegado por milhares de constelações que me cobrem como se tecessem a capa que vestes. Deslumbrante o quadro que aprecias enquanto respiras no meu mundo, para o meu mundo. 
Curvo-me perante a tua grandeza, tal como as tuas pestanas pelos raios de sol que aquecem a tua pele, minha. Quero-te numa pequena caixa sem chave, dança só para mim. Quero que sejas as cores nos batimentos dos meus sonhos. Segura-me enquanto caio, cai comigo mais tarde. Esconde-te por detrás das árvores e pára o tempo para eu não te encontrar, faz batota com a vida e ganha-me.
Quantos pirilampos já tens? Não desistas meu amor, eu ajudo, sempre.

14 comentários:

Lúcia Pereira disse...

gostei muito !

Lúcia Pereira disse...

gostei muito !

Inês disse...

adorei, está lindo. sigo-te, passas no meu blog? :)

Renata disse...

Obrigada baby. Gostei <3

bruni disse...

fico tao encantada com as tuas palavras!! e olha obrigada, mesmo*

Inês disse...

oh, obrigada! e sim, sou forte.

Lúcia Pereira disse...

oh muito obrigada , ainda bem que gostaste.
amo a música !

Catarina F ;) disse...

Ohhh, gostei muito do texto mesmo ;)
Já sigo ;D*

Catarina F ;) disse...

Gostei muito do texto mesmo ;)
Já sigo ;D*

Aileen disse...

Tens uns textos sempre bonitos e intensos :)

like it :)
beijinhos

Catarina F ;) disse...

Sério? :$ Gostas mesmo? ;o
Oh, não tens nada que agradecer e ainda bem então simpatia ;D
Muito obrigada *.*

catarina disse...

obrigada :) omg, amo a versão que tens aqui do titanium <3

Gonçalo Costa disse...

Adorei!!

http://get-louder.blogspot.pt/

Aileen disse...

Lindoooo :)

bom fim-de-semana :) beijinhosss